Se você está preocupado com alguém

 

Pode ser que você tenha um familiar ou amigo em risco de suicídio e não saiba o que fazer.

A primeira coisa a fazer é mostrar que você se importa!

Ouça com atenção e leve qualquer ameaça suicida a sério. Confie no seu julgamento e na sua intuição.

Seja genuíno com a pessoa e com seus sentimentos para com ela.

 

A segunda coisa para se fazer é perguntar sobre o suicídio. Um dos grandes mitos do suicídio é que se alguém perguntar sobre o suicídio, pode colocar essa ideia na cabeça da pessoa, mas podemos refletir sobre o fato de que se você desconfia que ela queira se matar, e ela falar algo, é porque a pessoa já estava pensando nisso há algum tempo.

  • Seja direto sem confrontar. Acolha.
  • Você não precisa resolver todos os problemas da pessoa, porém deve questionar se ela está pensando em se matar, há quanto tempo e se já sabe como e quando vai fazer isso.
  • Tome atitudes e não prometa segredo.
  • É preferível um amigo/familiar bravo, do que morto.
  • Aceite a dor da pessoa sem julgamentos e ajude-a a encontrar soluções.
  • Ofereça esperança e encaminhe-a a um profissional, se necessário.
  • Caso precise, envolva outras pessoas.
  • Ajude-a a encontrar ajuda!
  • Esteja ciente dos fatores de risco, de proteção e os sinais de alerta que a pessoa que está pensando em se matar demonstra.

Caso a pessoa já tenha realizado outras tentativas de suicídio anteriores e está deprimida, suas chances de tentar o suicídio novamente são maiores.